Bancos defendem reformas de Temer

05/06/2017 - 16:30

Bancos defendem reformas de Temer

O Bradesco distribuiu a alguns funcionários comunicado de “circulação interna restrita”, no qual enaltece retrocessos implementados pelo governo Temer. 

O documento, assinado pelo economista chefe da empresa, Fernando Barbosa, destaca a estimativa de crescimento econômico do país no primeiro trimestre, e cita a liberação da terceirização irrestrita, as reformas trabalhista e da Previdência, e o congelamento dos gastos públicos como responsáveis pela diminuição da incerteza, permitindo uma grande queda da inflação, corte dos juros e melhora da confiança de empresários e consumidores.

“Não são os nossos interesses que estão sendo votados no Congresso, são os interesses dos empresários e dos banqueiros, dos industriais e dos latifundiários. O que está em jogo são os direitos trabalhistas e sociais conquistados ao longo de anos”, afirma Neiva Ribeiro, dirigente do Sindicato de São Paulo.

O Bradesco não está sozinho nessa empreitada. O dono do Itaú já havia defendido a reforma trabalhista, e outros setores empresariais declararam apoio às medidas que retiram direitos dos trabalhadores, como a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e a Federação das Indústrias do Estado de SP (Fiesp).

Fonte: Bancários SP

Comentar

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
15 + 1 =
Resolva este problema matemático simples e digite o resultado. Por exemplo para 1+3, digite 4.
Atualizar Digite os caracteres que você vê nesta imagem. Digite os caracteres que você vê na imagem acima; se você não conseguir lê-los, envie o formulário e uma nova imagem será gerada. O sistema não diferencia maiúsculas de minúsculas.  Switch to audio verification.

Comentários recentes

Newsletter

Mantenha-se informado com nosso boletim online

Denuncie