26/10/2015 - 17:45

Bancários de Patos de Minas e Região aprovam proposta apresentada pela Fenaban

s.jpg

SEEBPMR

Em assembleia geral extraordinária realizada nesta segunda-feira (26), os bancários de Patos de Minas e Região, aprovaram por maioria de votos, a proposta apresentada pela Fenaban e pela Caixa Econômica Federal, acompanhando as orientações do Comando Nacional dos Bancários, e rejeitaram a proposta específica do Banco do Brasil. A assembleia também decidiu que este resultado estará condicionado à decisão da maioria, ou seja, se a maoria dos sindicatos aprovarem as propostas automaticamente a greve será encerrada na base do Sindicado.

Foi uma das greves mais longas e fortes da categoria bancária, rompendo a resistência das instituições financeiras que, durante 21 dias de paralisação, insistiram em apresentar propostas com índices que sequer repunham a inflação de 9,88% (INPC) e impunham perdas para a categoria.

A Fenaban procurou o Comando Nacional dos Bancários, que estava em plantão neste sábado (24), para apresentar uma proposta global de encerramento da Campanha Nacional 2015. Além dos reajustes de 10% para os salários, para a PLR e para o piso e o de 14% para os vales refeição e alimentação, já ofertados na sexta-feira (23), os banqueiros aceitaram abonar 63% das horas dos trabalhadores de 6 horas, de um total de 84 horas, e 72% para os trabalhadores de 8 horas, de um total de 112 horas.

 

Leia mais:

Funcionários do Banco do Brasil conquistam reivindicações específicas. Leia aqui

PCR maior, além da PLR no Itaú. Leia aqui

Gratificação de R$ 3 mil aos bancários do HSBC. Leia aqui

Greve conquista reajuste de 10% em salários, PLR e piso e 14% para os vales. Comando orienta a aceitação da proposta em assembleia. Leia aqui

 

Comentários

ARMANDO
jParabéns ao Sindicato dos bancários de Patos de Minas ( Ivan e toda Equipe ) pela brilhante, árdua e vitoriosa campanha. Saímos todos fortalecidos graças ao trabalho de vocês. Estamos juntos companheiros.

Comentar

Comentários recentes

Newsletter

Mantenha-se informado com nosso boletim online

Denuncie